FANDOM


Alpha Lanterns 02

História Editar

Após a constituição da Tropa Sinestro os Guardiões do Universo continuaram a editar e adaptar o Livro de Oa. A primeira das dez novas leis do livro permitia que os oficiais da Tropa dos Lanternas Verdes usassem força letal contra adversários se tudo mais falhasse. Para apoiar esta nova lei, os Guardiões criaram a Tropa dos Lanternas Alfa. A função dos Lanternas Alfa era servir como um destacamento especial para reforçar não só as novas leis, mas também para policiar membros da Ordem Maior da Tropa dos Lanternas Verdes. Os Guardiões selecionaram seis oficiais que sentiam que possuíam a capacidade de fazer valer a justiça: Boodikka, Chaselon, Homem Verde, John Stewart, Kraken e Varix. John Stewart, no entanto, apesar de se sentir honrado também se sentia desconfortável com a ideia de fazer cumprir as leis que ainda tinham de ser escrita e recusou a adesão, para grande desgosto dos Guardiões. Os outros cinco concordaram em servir como Lanternas Alfa.

Se tornar um membro dos Lanternas Alfa foi considerada a maior honra que os Guardiões podiam conceder. Eles representavam os melhores elementos de cada unidade militar já criada. Eles possuíam os processos de força de vontade e pensamento de um Lanterna Verde, além de abrigar a eficiência logística de um Caçador. Entretanto, o serviço na Tropa Alpha necessitava de grande sacrifício. Para servir como um Lanterna Alfa, um oficial era obrigado a abandonar todos os aspectos de sua vida anterior, e empenhar-se plenamente a Tropa. Eles também foram obrigados a passar por uma cirurgia cósmica, o que lhes permitia interagir com suas baterias de energia com maior eficiência. A ligação psíquica foi estabelecida conectando a mente de um Alfa com o Livro de Oa, enquanto seus corpos recebiam energia diretamente da Bateria Central. Devido a isso, um Lanterna Alfa nunca precisa recarregar o seu anel.

Primeira missão Editar

A primeira missão oficial dos Lanternas Alfa os opôs a Lanterna Verde, Laira Omoto. Laira havia sido suspensa do serviço ativo como resultado de assassinar o membro da Tropa Sinestro Amon Sur. Boodikka pessoalmente expulsou-a da Tropa, tirando-lhe seu anel. Era o decreto dos Guardiões que Laira seria devolvida ao seu planeta natal, Jayd.

Falha Editar

Após a aparente morte de Davranir, novo deus de Nova Gênesis, Homem Verde, Boodika e Varix foram enviados para proteger a cena do crime, enquanto que Kraken analisava os restos. Kraken foi até a Torre de Vigia onde a Liga da Justiça mantinha o corpo de Davranir trancado em estase. Kraken concluiu que os culpados pela morte eram John Stewart e Hal Jordan. Em Oa, Kraken acusou Jordan e Stewart de serem arautos dos novos deuses de Apokolips. Entretanto os Lanternas Verdes da Guarda de Honra, Kyle Rayner e Guy Gardner, companheiros de John e de Jordan, revelaram que a comunicação com a Terra e o Tubo-Zeta que os ligava a Torre de Vigia, estavam off-line e acusaram Kraken de ser um arauto dos novos deuses de Apokolips. Os Guardiões disseram que tal era impossível, devido a presumida inefabilidade dos Lanternas Alfa. Porém, para horror dos Guardiões, Senhor Milagre, Novo Deus de Nova Gênesis, revelou que Kraken estava sob influência de Vovó Bondade. Após isso, Kraken tentou ir até a Bateria, mas teve seu caminho interrompido por Gardner, Rayner e Arisia. Embora a Bateria fosse danificada e Jordan e Stewart fosse inocentados, este incidente abalou os Guardiões, pois sua principal arma a prova de falhas tinha sido provada como falível.

Revolta Editar

Pouco tempo depois disso, a Tropa foi corrompida por Henk Henshaw, o Superman Ciborgue. Ele fez com que os Lanternas Alfa sequestrassem membros da Tropa dos Lanternas Verdes e fizessem uma conversão forçada transformando-os em Alfas, tendo por base o planeta robô Gremmium. O primeiro a passar por essa conversão foi Hraalkar, quando seu parceiro Glibberquip o procurou acabou sendo capturado e convertido, logo após Horoq Nnort, da Ordem Menor, também foi capturado e convertido.

Depois que Oa perdeu a comunicação dos dois Lanternas Verdes da Ordem Maior do Setor 885, os Guardiões mandaram Boodika e Stewart para investigar o que acontecia. Após chegarem a Gremmium, Stewart e Boodika foram capturados, mas não sem antes informarem a Oa o que estava acontecendo. Antes que Stewart fosse convertido uma força de ataque chegou ao planeta e conseguiu liberta-los, era formada por: Kilowog, Kyle Rayner, Soranik Natu, a Lanterna Vermelha Laira Omoto e o Guardião Gamnus, que havia recobrado a sanidade. No entanto, o ataque teve um preço, Gamnus fora capturado pelas forças de Henshaw.

Após a captura, Henshaw revelou que sabia que os Guadriões poderiam fazer com que os Lanternas Alfa voltasse a ser seres orgânicos então queria que Gamnus fizesse o mesmo com ele. Entretanto, os Lanternas Alfa haviam sido criados depois que Gamnus havia deixado os Guardiões, então ele não sabia como fazer a cirurgia corretamente, mas Henshaw não se importou e forçou-o a fazer a cirurgia, mas ele falhou todas as vezes. Após isso, os nativos de Gremmium atacaram a fortaleza de Henshaw com suas naves orgânicas, portanto imunes ao controle mental de Henshaw. Enquanto isso os alfas era vencido por um ataque maciço dos Lanternas Verdes.

Após esse evento, os Guardiões restauraram aos Alfa a possibilidade de sentir emoções.

Poderes, habilidades e equipamentos Editar

  • Geração de campo de força: uma aura de proteção (limitada pela vontade do usuário) usada para proteger o usuário contra os rigores do vácuo do espaço. Isso proporciona uma atmosfera respirável para o usuário também. Um anel de um Lanterna Verde da Ordem Maior protege automaticamente seu portador do mal. Porém as vezes podem ocorrer falhas;
  • Geração de tampões mentais: para bloquear a comunicação telepática e de manipulação;
  • Localização de objetos invisíveis;
  • Capacidades de movimento:
    • Voo: incluindo voo a velocidades incríveis, embora isso crie um gasto enorme de energia. Os anéis permitem viajar tão rápido quanto à velocidade da luz, o que, no entanto causa um gasto enorme de energia que obrigaria fazer uma recarga automática;
    • Transporte relativamente instantâneo: caso um membro da Tropa queira ir para Oa ele pode faze-lo e a Bateria Central ira energizar o anel quase que automaticamente, além disso, também podem viajar para outras galáxias dessa forma;
    • Tradução de quase todas as línguas: É uma função dos anéis em si, isto é, é uma função ativada automaticamente;
    • Comunicação: permite comunicação com qualquer membro da Tropa dos Lanternas Verds, independentemente da distância que os separe;
    • Recursos de diagnóstico: Permitindo que o usuário veja raios-X, as doenças e possa diagnosticar e identificar os materiais;
  • Animação suspensa: pode colocar seres vivos em um estado de animação suspensa;
  • Mudar o estado alvo da matéria e do portador: Permitir ao portador através intangibilizar os objetos sólidos, entretanto demanda muita concentração;
  • Invisibilidade: pode tornar o portador invisível;
  • Medicina: cura acelerada de feridas, proteção e tratamento de vírus e ataques biológicos e certos procedimentos cirúrgicos, incluindo a colagem de vários membros: Mais avançados procedimentos médicos podem ser feitos automaticamente e são limitados pelo conhecimento do portador sobre a medicina.
  • Recarregar o Anel de Poder dos Lanternas Verdes.

Equipamento Editar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória