FANDOM


Penitenciária Blackgate

A Penitenciária Blackgate é uma prisão localizada na Ilha Blackgate com cinco setores primários: O Porto a Leste, o Setor Industrial, os Blocos Celulares e o Setor Administrativo. É o local para onde são enviados os criminosos que não tem sua sanidade mental comprometida, entretanto apenas os mais perigosos são mandados para lá, os demais ficam na Prisão Estadual de Gotham City. A Amnistia Internacional tentou, e eventualmente conseguiu, fechar a prisão, mas a mesma foi reaberta.

Sua atual diretora é Caroline Greenway.

História Editar

A ilha foi descoberta, assim como todo o arquipélago denominado Ilha de Gotham, em 1560 pelo britânico Philip Arkham.

O primeiro proprietário registrado foi Lorde Archibald Silverton, que a recebeu de presente por serviços prestados durante a Guerra do Rei Guilherme. Em 1853 Charles St. Johns comprou a ilha para o governo. Em 1858, o presidente James Buchanan transformou a ilha em uma prisão militar e ordenou que Corpo de Engenheiros do Exército construisse uma penitenciária na ilha.

Instalações Editar

Porto Editar

Ala de Administração Editar

Blocos de células Editar

Bloco A Editar

O bloco A está localizado na parte oeste da Ilha Blackgate. Foi aqui que o Coringa (disfarçado de Máscara Negra) invadiu a prisão. Ele, ao lado de vários capangas e do Crocodilo Assassino, causou uma enorme quantidade de destruição para a área de entrada. Por causa disso, Batman conseguiu deduzir por onde Máscara Negra (como ele acreditava que fosse) tinha entrado. Depois que atravessou o ponto de acesso danificado, Batman salvou o Joseph Warden de ser morto por um dos homens do Máscara Negra para eliminar quaisquer pontas soltas. O bloco A tem uma seção de cinco andares, um dos quais abaixo da área de acesso. Cada andar está repleto de celas.

Área de triagem Editar

A área de processamento de prisioneiros era a área onde os presos eram transferidos para os vários blocos de celas. Ele inclui duas áreas de check-in, uma para os visitantes e uma para a verificação dos prisioneiros, bem como uma cela temporária de retenção. Ele também tinha um elevador que levava a outra seção do Bloco A. Durante o motim provocado pelo Coringa, disfarçado como Máscara Negra, a equipe de jornalistas foi presa por ambos os capangas do Máscara Negra e vários prisioneiros que escaparam das celas, embora Batman conseguisse derrotar os prisioneiros. A equipe de jornalistas estava indecisa sobre se Batman era amigo ou inimigo. Batman usou seu gel explosivo para explodir uma base fraca no chão do elevador para acessar o Corredor da morte.

Corredor da morte Editar

O corredor da morte foi a área que foi usada para segurar os prisioneiros que foram sentenciados por execução, e foi acessível através do elevador área de triagem. Possuía várias filas de celas. Como era o corredor da morte, tinha um portão que levava a uma porta, que levava diretamente à Câmara de Execução. O Homem Calendário foi aprisionado nessa seção. Além disso, durante o mortim, depois de libertar vários prisioneiros (exceto o Homem Calendário, que já estava a caminho de ser executado naquela época), ele e Crocodilo Assassino conseguiram assassinar vários guardas e humilhar o Comissário Loeb. Enquanto ele declarou que o Comissário, apesar de estar em sua folha de pagamento, tinha reembolsado, enviando "vários de seus homens para a prisão." Batman testemunhou brevemente isso e também nocauteou os prisioneiros que planejavam sair para tomar uma bebida ou limpar a área dos guardas para recompensar o Máscara Negra. Um dos capangas do Máscara Negra selou-se na Câmara de Execução sob a crença de que o Cavaleiro das Trevas não poderia acessá-lo, mas Batman provou que ele estava errado e detonou a parede perto dele. Mais tarde naquela noite, quando o Coringa orquestrou um segundo motim (tendo feito o primeiro disfarçado como Máscara Negra), o Diretor Joseph Wade acabou atirado por um atirador nessa área, o que forçou Batman e Capitão Gordon a proteger Warden O suficiente para um helicóptero médico chegar às instalações para extraí-lo. Batman também acabou emboscado por Crocodilo Assassino, embora este último acabou sendo atingido, acidentalmente, pelo mesmo sniper que feriu Joseph Warden.

Câmara de Execução Editar

A Câmara de Execução era o lugar onde os criminosos condenados recebiam execução. O acesso da Câmara de Execução tinha uma encruzilhada de quatro caminhos, um que levava ao Corredor da Morte, um que levava a Ala Médica, um que levava à Câmara de Execução propriamente dita e um que levava à Capela da Prisão. A própria Câmara de Execução era uma câmara de gás, e era usada para prender os prisioneiros até a morte. Tinha uma parede de vidro para proteger o pessoal que observava a execução dos gases venenosos.

Durante o primeiro motim, Máscara Negra (ou melhor, o Coringa) trouxe o Comissário Loeb para a Câmara de Execução, e tentou mata-lo ali sob a pretensão de não servir mais os seus interesses, mas foi impedido pelo Batman e pelo GCPD.

Ala médica Editar

A enfermaria continha uma maca e alguns equipamentos médicos, e era acessível através do Acesso da Câmara de Execução. Batman brevemente visitou esse local para acessar os dutos para acessar diretamente a Câmara de Execução em uma tentativa fracassada de salvar o corrupto Comissário Loeb de execução nas mãos de Black Mask.

Corredor de segurançaEditar

O Corredor de Segurança era um corredor que levava à Câmara de Execução, e ao Acesso da Câmara de Execução. Leva a um lugar com ponto de acesso restrito que levou a um heliporto. Batman, depois que ele escapou da Câmara de Execução, perseguiu Máscara Negra através dessa área.

Torre do relógioEditar

Uma de várias torres do relógio na parte oeste de Blackgate. Ela contem vários recipientes de combustível. Durante o primeiro motim, Batman enfrentou Crocodilo Assassino, que deliberadamente ficou para trás, enquanto Máscara Negra e a maior parte de suas forças escaparam em um helicóptero. Batman então o derrotou e escapou da captura pelo GCPD conduzido pelo capitão Gordon, embora não antes de saber que sete assassinos tinham sido contratados pela Máscara Negra para matá-lo.

Bloco BEditar

PanopticonEditar

O Panopticon estava localizado para além do Bloco B, dentro da ala sul da área. Seu ponto de acesso estava repleto de celas de prisão pelo menos três andares acima. Além disso, o próprio Panopticon tinha uma plataforma inferior que continha um gerador para a cadeira elétrica. Ele também está diretamente acima da ala de segurança máximo. Durante o segundo tumulto do Coringa na prisão de Blackgate, ele tomou refém Joseph Warden, furou-se na área Panopticon, e antecipou a chegada de Batman. Coringa então forçou Batman a combater Bane até a morte quando ele chegasse. O capitão Gordon e alguns oficiais do GCPD chegaram lá para acabar com a situação, embora Gordon acabasse sendo tomado como refém pelo palhaço psicopata depois que ele se enganchou até a cadeira elétrica, o que aumentou as apostas para Batman.

Segurança MáximaEditar

A divisão de segurança máxima está situada abaixo do Panopticon. Contem várias celas e dispositivos de pacificação. Adjacente à sala de controle. Depois que Bane se injetou com TN-1, Batman detonou o chão debaixo deles, começou a lutar contra Bane na área, e bateu-o em vários torres de força para subjugá-lo. No entanto, Batman acabou sendo jogado através de uma parede por Bane.

Sala de controleEditar

A Sala de Controle era uma área adjacente ao Corredor da Morte. Ele tinha vários monitores de segurança. Batman acessou essa área depois que ele derrotou Bane.

Capela da prisãoEditar

A Capela da Prisão era um lugar de culto para os vários prisioneiros. Ele continha vários bancos, um altar e vários vitrais. Durante o segundo motim feito pelo Coringa, este tentou escapar pela Capela da Prisão, e desmaiou diante do altar exausto, mas ficou muito divertido com os violentos acontecimentos da noite. Batman, localizou-o e o confrontou na capela, lutou e subjugou-o.

Bloco CEditar

O Bloco C pe um dos Blocos de Celass. É adjacente ao Bloco B e ao Campo de Exercícios.

Campo de Exercícios Editar

O Campo de Exercícios é o local onde os prisioneiros são colocados para fazerem exercícios de rotina. A Torre de Vigia está situada nas proximidades. Durante o terceiro motim, o Penguin transformou o Yard de Exercício em seu próprio anel de gladiador pessoal, onde teve seu "campeão", Tigre de Bronze, lutar vários prisioneiros e, eventualmente, Batman até a morte. Batman, baseado em uma dica da reclusa Catwoman, localizou Pinguim lá e foi forçado a um deathmatch com Tigre de Bronze.

Presos conhecidos Editar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.