FANDOM


Jason Todd 01

Jason Peter Todd é o anti-herói conhecido como Capuz Vermelho, tendo antes sido o segundo Robin.

BiografiaEditar

Vida pregressaEditar

Jason era filho de William e Sheila Todd, uma dupla de viciados em metanfetamina, sendo que Wills também era um ladrão meia-boca, e os dois estavam em dívida com Carmine Falcone. Wills tentou entregar seu filho recém-nascido a Falcone para liquidar sua dívida, mas não funcionou.

Wills e Sheila foram executados por homens de Sal Maroni quando Jason tinha treze anos. Foi Jason quem disse a Maroni onde os dois estavam se escondendo, em troca a família Maroni deu a Jason um local onde ele poderia cometer crimes sem interferir em seus negócios.

Segundo RobinEditar

Jason teve seu primeiro encontro com o Batman quando testemunhou uma luta entre ele e o Coringa quando tinha 15 anos, após um assalto bem sucedido. Jason salvou a vida de Batman empurrando-o, inconscientemente, para fora da linha de fogo da metralhadora de um capanga do Coringa. Incrivelmente, Jason roubou a Grapnel Gun do Batman e usou-o para derrotar o Coringa. Batman chegou e tirou a pistola da mão de Jason com um bat-rang antes que ele pudesse disparar na cabeça do Coringa. O Coringa avisou Jason que nunca esqueceria seu rosto antes que Batman o nocauteasse. Batman mandou Jason ser preso por seu crime, mas ele foi acusado como menor porque ele tinha conseguido evitar deixar qualquer prova de seus outros crimes. Um projeto da Wayne Enterprises que colocava adolescentes problemáticos em escolas garantiu que Jason não cumpriria sua sentença completa. Jason era um estudante A, um excelente atleta e atraiu o interesse pessoal de Bruce Wayne. Poucos meses depois de ser liberado, Batman apareceu no dormitório de Jason, entregou-lhe seu próprio Grapnel Gun a um traje do Robin, e disse-lhe que tinha uma noite para impressioná-lo. Ele o fez. Meses depois, Bruce Wayne ganhou a guarda de Jason.

Jason estava ansioso para ser o segundo Robin, no entanto, Batman notou Jason exibindo força excessiva e uma perspectiva mais escura quando se tratava de combater o crime. Á medida que tempo passava, a raiva de Jason ficava muito mais áspera, o que também causava alguma fricção entre ele e Batman. Um desses incidentes foi atacar o líder um grupo de traficantes de droga e cafetão, mas não apenas derrota-lo, como também chuta-lo com tanta força que lhe quebrou a clavícula.

Eventualmente, Ra's al Ghul contratou o Coringa para distrair Batman e Robin enquanto ele derrubava a economia da Europa. Para cumprir tal tarefa, o Coringa sequestrou, torturou, assassinou e desmembrou toda uma classe de jardim de infância, sabendo da empatia de Robin por crianças, e costurou as partes de seus corpos em formas horrendas e zombeteiras, deixando um rastro de sangue da cena do crime para uma fábrica abandonada. Enquanto Jason observava uma mãe chorar e tentar juntar o filho, ele notou o rastro de sangue e seguiu-o, desligando todas as suas comunicações e equipamentos para garantir que Batman não o rastreasse e tentasse evitar a morte do Coringa. Enquanto isso, o Batman lutava contra os capangas do Príncipe Palhaço do Crime.

Quando Jason entrou na fábrica, no intento de matar o Coringa de uma vez por todas, ele caiu na mão do vilão, que passou a bater em Jason com um pé-de-cabra, arrancando vários dentes e quebrando o tornozelo do rapaz no processo. Antes que Batman conseguisse chegar a sua localização, o Coringa partiu, prendendo Jason com uma bomba que explodiu assim que o Cavaleiro das Trevas chegou a cena. Jason pereceu instantaneamente. O Coringa foi preso pouco depois e levado para a sede da Unidade de Crimes Especiais, onde o Batman acabou por dar-lhe uma grande surra, inclusive lhe quebrando algumas costelas. Porém, ao contrário do que queria o Coringa, o Batman não o matou, e foi ai que o Coringa proferiu a célebre frase "Você é mesmo incorruptível, Batman.". Entretanto, na verdade, o Coringa havia retirado Jason da e o levou para outro local, uma ala desativada do Asilo Arkham. O adolescente foi preso e torturado durante um ano. Os corredores esquecidos serviram de terreno perfeito para torturar e humilhar Todd, pois mesmo quando encarcerado, o Coringa tinha acesso à ala devido a vários guardas em sua folha de pagamento, e o Batman nunca suspeitaria que Jason estivesse logo abaixo da superfície de uma instituição totalmente funcional.

Com bastante tempo, acesso e recursos, o Coringa amarrou Jason a uma cadeira de rodas com arame farpado e bateu nele regularmente, brutalizando-o com instrumentos elétricos e cirúrgicos. E convenceu-o de que o Batman se esquecera dele, mostrando-lhe uma foto de seu novo parceiro, Tim Drake.

Jason Todd, ainda preso sob o asilo, foi finalmente capaz de escapar de sua tortura durante um motim no Arkham. Entretanto, ele acabou por ser atingido por um disparo, efetuado por guardas do Arkham, e acabou por morrer.

Ra's, que havia descoberto sobre o sequestro de Jason, conseguiu encontra-lo e tomou seu corpo mergulhando-o em um Poço de Lázaro, a fim de trazer Jason de volta a vida. No entanto, o Poço acabou por afetar a mente de Jason, e ele, em sua loucura, dominou os guardas de Ra's e escapou.

Tempos depois, Jason voltou a Gotham, como Capuz Vermelho. Jason, amargurado com o Batman pelo fato deste não ter vingado seu assassinato, planejou vingar seu próprio assassinato confrontando seu assassino, enquanto isso, pôs fim ao império criminoso do Máscara Negra. Jason assumiu uma forma mais agressiva de lutar contra o crime. Ele conseguiu interferir nas operações de tráfico de drogas do Máscara Negra, deixando-as continua, com a condição de obter uma parte dos lucros e que não venderiam drogas para as crianças, mostrando também um saco cheio de cabeças decapitadas de membros da organização.

PersonalidadeEditar

Jason Todd foi a segunda encarnação do Robin. Ele cuidou de seu mentor, Batman, e queria viver até seu potencial, para parar o crime e proteger Gotham City. No entanto, Jason possuía um temperamento explosivo com inúmeros incidentes dele indo muito longe em suas ações como Robin, apesar de seus talentos naturais e aptidão sob a orientação do Batman, com dicas em seu comportamento que ele poderia um dia matar.

Depois de ser torturado pelo Coringa, seu estado mental começou a se deteriorar. Jason acabou por perder a esperança e começou a odiar seu mentor por deixa-lo morrer. Depois que ele escapou, ele se tornou vingativo e queria matar o Batman. Ele se tornou impiedoso, calculista e um tanto apático.

Poderes e HabilidadesEditar

  • Força quase sobre-humana:
  • Velocidade quase sobre-humana: ele pode correr até 48 Km/h e nadar até 22 Km/h;
  • Durabilidade quase sobre-humana: ele é muito durável. Ele foi espancado por um bastão de beisebol de madeira grosso, caiu de um prédio de vários andares, recebeu tiros em áreas não fatais e resistiu a espancamentos por parte de meta-humanos;
  • Vigor quase sobre-humano: o corpo de Jason possui um metabolismo extraordinário e, combinado com sua intensa formação como o segundo Robin, isto reforçou ainda mais a sua tenacidade, e ganhou resistência física que poderia ser considerada próxima a sobre-humana. Tendo sobrevivido a um ano de tortura contínua e brutal nas mãos do Coringa e, finalmente, tendo sobrevivido a um tiro em um estado severamente enfraquecido, Jason possui força de vontade excepcional. Durante sua brutal provação com o Coringa, ele aprendeu a suportar a tortura implacável e, por sua vez, atingiu uma quantidade enorme de tolerância a dor, física ou não. Anos depois, o físico rigorosamente treinado de Jason era imensamente mais forte do que antes;
  • Agilidade quase sobre-humana:
  • Reflexos quase sobre-humanos:
  • Regeneração avançada: Jason pode se curar mais rapidamente do que humanos normais. Isto é, provavelmente, devido a seu metabolismo acelerado e treinamento rigoroso;
  • Protocolos militares: tendo treinado com o Batman, Jason possui imensas habilidades militares;
  • Liderança: Jason aprendeu a liderar um exército com extrema carisma, técnicas intimidatórias e o poder de sugestão;
  • Intelecto superior:
  • Artes marciais: tendo sido treinado pelo Batman durante seus dias como Robin, Jason é um exímio artista marcial, embora ele não seja capaz de vencer o Batman em uma luta;
  • Especialista em armamentos: Jason tem altas habilidades com armamento pesado. Ele domina a maioria das armas que usa para matar criminosos.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória