FANDOM


TDKR GCPD

Membros do GCPD reagindo ao ataque do vilão Bane sendo liderados pelo Vice-comissário Peter Foley.

O Departamento de Polícia de Gotham City, geralmente referido como GCPD, é o departamento de polícia da cidade de Gotham City.

História do GCPD Editar

Ao longo da carreira do Batman o GCPD já atuou tanto como inimigo quanto como aliado do cruzado encapuzado.

Há muito tempo o Departamento está mergulhado em corrupção com numerosos oficiais, tanto do alto quanto do baixo escalão, envolvidos em suborno, tráfico de drogas e até assassinatos. O comissário Gillian B. Loeb, por exemplo, era bancado por Carmine Falcone, o que fazia com que Loeb e o departamento não atrapalhassem os negócios de Falcone.

O golpe mais forte contra a corrupção policial na força veio quando uma quantidade crescente de acusações de conspiração contra Loeb obrigram-no a renunciar ao seu cargo, sendo substituído por Petter Grogan. A família Falcone, que deteve um domínio sobre o subterrâneo de Gotham por gerações, finalmente se desintegrou quando uma série de assassinatos abalou a estrutura da organização mafiosa. Após a morte de Carmine Falcone, a multidão atacou-os em retaliação pelos crimes da família, o que, em combinação com o aumento da violência de gangues, severamente afetou o crime organizado em Gotham City. Ao mesmo tempo James Gordon se tornou o novo comissário, um homem determinado a erradicar o crime onde quer que ele exista.

Situação atual Editar

Atualmente o GCPD tem ordens de não mais prender o Batman, além disso, depois de James Gordon ter se tornado o comissário o crime diminuiu bastante na cidade e a corrupção na polícia também. Após ele assumir, também foi colocado o bat-sinal no topo do edifício da central de polícia.

Divisões do GCPD Editar

Divisão de homicídios Editar

A divisão que lida com assassinatos e com alguns dos crimes mais graves que não envolvam metahumanos. Era a divisão na qual Gordon trabalhava quando o Batman começou a patrulhar a cidade.

SWAT Editar

Assim como quase todas as cidades americanas Gotham conta com sua unidade da SWAT. Inicialmente essa unidade sempre era mandada para resolver os grandes crimes, como quando foi mandada, junto a todo o efetivo policial de Gotham, para o Asilo Arkham. Porém atualmente os casos mais perigosos ficaram a cargo da Unidade de Crimes Especiais.

Unidade de Crimes Especiais Editar

Ver artigo principal: Unidade de Crimes Especiais

A Unidade de Crimes Especiais foi criada pelo comissário Petter Grogan para lidar com as ameaças mais graves que estavam além das possibilidades das forças convencionais da polícia, e mesmo da SWAT. Foi primeiramente comandada pelo então Capitão James Gordon, atualmente é comandada por Maggie Sawyer, que trabalhou em Metrópolis em uma posição parecida.

Esquadrão 13 Editar

Unidade de elite secreta formada por 13 agentes do GCPD escolhidos pessoalmente pelo Comissário Gordon. São uma força secreta cuja primeira missão foi infiltrar-se no Asilo Arkham e investigar os problemas do lugar. Posteriormente foram usados em outras missões. Após a demissão de Gordon foi posta em inatividade, pois a quase totalidade dos cidadãos não conhecia esse grupo, após Gordon voltar ao cargo ele foi reativado.

Ver também Editar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.